contador de visitas

free web counter

segunda-feira, novembro 14, 2005

artistas portugueses - ALMADA NEGREIROS

..
o nosso blog apresenta hoje um figura impar
na cultura portuguesa com repercussões no
Brasil

ALMADA NEGREIROS


PAINÉIS DA GARE MARÍTIMA DE ALCÂNTARA
.
CRONOLOGIA DA SUA VIDA

1893: Nasce em S.Tomé e Príncipe - 1896: Morte da mãe. - 1900: Entra como aluno interno no Colégio dos Jesuítas, em Campolide. O pai casa novamente - 1905: Redige e ilustra jornais manuscritos - 1910 : É extinto o Colégio dos Jesuítas. Vai para Coimbra - 1911: Lisboa. Ingressa na Escola Internacional - 1915: Escreve o Manifesto Anti-Dantas - 1919: Vai para Paris - 1920: Regressa a Lisboa - 1925: Pinta dois painéis para a Brasileira do Chiado - 1927: Parte para Madrid - 1932: Regressa a Lisboa - 1933: Casa com Sarah Afonso - 1934: Nasce o filho José - 1938: Conclui os vitrais da Igreja de Nª Senhora de Fátima - 1939: Morre o pai em Paris. - 1943: Faz os estudos preparatórios para os frescos da Gare Marítima de Alcântara - 1954: Pinta o retrato de Fernando Pessoa para o restaurante Irmãos Unidos - 1966: É eleito membro honorário da Academia Nacional de Belas Artes -1967: Recebe o Grande Oficialato da Ordem de Santiago e Espada - 1970: Morre em Lisboa. S. Tomé e Príncipe. O tenente de cavalaria António Lobo de Almada Negreiros é o administrador do Concelho de S.Tomé. Já fundou vários jornais e nunca deixou de se dedicar ao jornalismo. É um estudioso dos problemas coloniais. A mulher, Elvira Sobral, é natural de S.Tomé. Foi educada no Colégio das Ursulinas, em Coimbra. Vivem na Roça da Saudade. Local onde no dia 7 de Abril de 1893 vêem nascer o seu primogénito. Terá o nome de José Sobral de Almada Negreiros. Terão ainda outro filho de nome António. O lugar é ideal para uma infância tranquila. Porém em 1896 Elvira Sobral morre. As crianças são ainda muito pequenas. Ficarão algum tempo em S.Tomé.

Em 1900 António Almada Negreiros é nomeado para a exposição Universal de Paris. O Pavilhão das Colónias estará a seu cargo. Acabará por aí fixar residência voltando a casar.

Em Lisboa, os filhos estão agora em idade escolar. A educação das crianças fica a cargo dos Jesuítas, os quais têm uma herança de poder no ensino da aristocracia. Entram como alunos internos no Colégio de Campolide.

José de Almada Negreiros tem sete anos. Uns olhos grandes para ver o mundo. Aos doze anos dedica-se já às letras e ao desenho. A República e o O Mundo são títulos de jornais manuscritos em que ilustrações e textos são da sua autoria. Não é vulgar um menino ser usado assim.

Em Portugal as águas agitam-se. A política está em ebulição. Os partidos monárquicos não se entendem. Todos ambicionam o poder. Enquanto isto, os republicanos unem-se, movimentam-se. A 5 de Outubro de 1910, a Revolução. É a implantação da República. Muitos são perseguidos. Novas ideias adoptadas. Combate-se o passado. O anti-clericalismo grassa. Não tinha sido a Igreja o grande protector do poder? É preciso remodelar. Os Jesuítas são uma elite. A sua influência deve acabar. O Colégio de Campolide é extinto.

Almada vai para o Liceu de Coimbra. Não por muito tempo. Em 1911 ingressa na Escola Internacional em Lisboa. O sistema de ensino é diferente. Facilitam-lhe um espaço que serve de oficina. Aprende por conta própria.

"Eu sou o resultado consciente da minha própria experiência"

O movimento artístico português necessita de inovação. Os artistas plásticos continuam a satisfazer os gostos de uma sociedade burguesa. O naturalismo predomina na arte. Os impressionistas não têm repercussões em Portugal. É um país limitado. Almada sabe-o. Há que dizê-lo.

Em 1913 publica o primeiro desenho n’A Sátira - é necessário agitar a mentalidade artística portuguesa. No mesmo ano faz a primeira exposição individual. São cerca de 90 desenhos.

Fernando Pessoa escreve uma crítica à exposição. Quando Almada o aborda, responde-lhe que não percebe nada de arte... Nasce a amizade.

Entretanto Almada não pára. Colabora em várias publicações. Faz ilustrações. Escreve a primeira poesia. Desenha o primeiro cartaz. Junta-se com outros artistas.

Em 1915 sai o primeiro número da revista ORPHEU. Algum escândalo

Júlio Dantas deprecia o trabalho. Reacções à inovação. Critica a publicidade feita à revista. Afirma não haver justificação para o sucesso. Diz que os autores são pessoas sem juízo.

A 21 de Outubro do mesmo ano estreia-se a peça Soror Mariana. O autor é Júlio Dantas. Almada vai agora reagir. Publica o Manifesto Anti-Dantas e por extenso. O manifesto não é apenas contra Dantas. É uma reacção contra uma geração tradicionalista, uma sociedade burguesa, um país limitado.

"... Basta PUM Basta!

Uma geração, que consente deixar-se representar por um Dantas é uma geração que nunca o foi. É um coio d’indigentes, d’indignos e de cegos! É uma resma de charlatães e de vendidos, e só pode parir abaixo de zero! Abaixo a geração!

Morra o Dantas, morra! PIM!

No fim assina: POETA D' ORPHEU, FUTURISTA E TUDO.

A I Guerra Mundial assola a Europa. Muitos artistas portugueses regressam a Portugal: Amadeu Sousa Cardoso, Guilherme Santa Rita, Eduardo Viana, são alguns deles. Outros são refugiados: Sonia e Robert Delaunay.

O Manifesto causa impacto nos meios artísticos. Afinal há alguém que ousa contestar a cultura instituída. Alguém que ousa criticar a sociedade, o País. Não se pode ficar ausente. É necessário intervir. Unir esforços para que haja uma acção artística. Um movimento que cresça...

Amadeu decide sair do isolamento em Manhufe. Em 1916 faz duas exposições em Lisboa e Porto. Almada escreve no prefácio da exposição:

"Amadeu de Sousa Cardoso é o documento conciso da Raça Portuguesa do séc. XX".

É o modernismo da arte portuguesa. O movimento não pára: nas letras e nas artes. Portugal está no século XX. A transformação é uma necessidade. É preciso agitar, por vezes provocando. Almada fá-lo no Ultimatum Futurista às Gerações Portuguesas do séc. XX:

É preciso criar a Pátria Portuguesa do séc. XX

O Povo completo será aquele que tiver reunido no seu máximo todas as qualidades e todos os defeitos. Coragem Portugueses, só vos faltam as qualidades.

O PORTUGUÊS SEM MESTRE

Em 1918 morrem Amadeu e Santa Rita. Companheiros que se perdem...

Almada decide ir para Paris no ano seguinte. Não procura os mestres. Mas faz procuras. "Eu gosto de procurar sozinho para me encontrar com todos"

Vive numa mansarda na Rue de Notre Dame de Lorette. Para viver trabalha como dançarino de salão, bailarino numa boite, empregado de fábrica.

Regressa a Lisboa em 1920. Dedica-se essencialmente ao desenho. Faz capas de livros, cartazes, desenhos humorísticos. Escreve textos. Sempre a multiplicidade. Sempre a procura:

"Entrei numa livraria. Pus-me a contar os livros que há para ler e os anos que terei de vida. Não chegam, não duro nem para metade da livraria. Deve haver certamente outras maneira de se salvar uma pessoa, senão estarei perdido."

Nunca se perderá!

O café A Brasileira é o ponto de encontro de artistas. Possui um espaço que destina aos quadros de artistas. Em 1925 é a vez de Almada. Dois painéis são expostos. Num deles o auto-retrato, entre amigos. Almada também é pintor...

Em 1927 vai para Madrid. Colabora em várias publicações espanholas, Cronica, La Farsa entre outras. Escreve El Uno, tragédia de la Unidad - obra composta de duas peças que dedica à pintora Sarah Afonso. Há-de vir a ser sua mulher.

Ainda em Espanha colabora com arquitectos. Faz murais na Cidade Universitária de Madrid, nos cinemas Barceló e San Carlos e no Teatro Muñoz Seca. Estas duas últimas obras hão-de desaparecer durante a guerra.

Em Espanha, prenúncios de agitação. Melhor será regressar à Pátria.

O ARTISTA NO PAÍS

Portugal vive agora o início do Estado Novo. Salazar já está já no governo. A política do país é virada para o interior. Portugal cada vez mais longe da Europa. Aposta-se nas grandes obras públicas. Tudo deve ser útil e mostrar o prestígio do Estado.

Aposta-se sobretudo na escultura e na arquitectura. É aquilo que todos vêem. O povo ficará fascinado, a Pátria enaltecida, o Estado Novo representado.

António Ferro, um jornalista, é o grande divulgador destes ideais. Tudo deve ter "ordem e equilíbrio". O Governo apoia esta pequena abertura, controlando-a. É criado o SPN - Secretariado da Propaganda Nacional. São instituídos prémios nas várias áreas artísticas. Com estes meios o poder chama para junto si alguns artistas portugueses.

Em 1933 Almada elabora o cartaz para o SPN: Votai uma nova Constituição. É uma colaboração que se inicia. Não com subserviência. Não sem críticas. Mas colaboração...

No ano seguinte casa com Sarah Afonso. Mais tarde hão-de ter um filho: José. Almada pinta Maternidade.

Continua sem parar. Nunca abandona a multiplicidade. Conferências, cartazes, poesia, painéis, vitrais, selos. Num deles a frase de Salazar Tudo pela Nação. Os futuristas são afinal patriotas?

Em 1938 conclui os vitrais da Igreja de Nossa Senhora de Fátima. O público não aprecia. São demasiadas inovações para quem ainda está preso a tradições. É sempre difícil afrontar os dogmas religiosos. Almada não se incomoda.

No ano seguinte morre-lhe o pai em Paris. Há muito que o tempo marcara a distância.

Outros desassossegos em Lisboa. Grandes acontecimentos preparam-se para o ano seguinte: as comemorações da Fundação da Nacionalidade e o terceiro centenário da Restauração. É preciso mostrar a glória do passado, a força da Grei. Portanto, a exposição d'O Mundo Português, jardim zoológico dos escravos do Império.

Almada é encarregado de fazer os vitrais para o Pavilhão da Colonização. Da sua autoria são também os cartazes Duplo Centenário e Festas do Duplo Centenário.

Muitos acham estranha esta colaboração. Tanto mais que à Comissão executiva preside Júlio Dantas. É o vício de comer todos os dias... Em contrapartida, não se pode deixar de reconhecer um grande artista. O SPN sabe-o. Organizam-lhe uma exposição sobre os trinta anos de desenho. Depois será a atribuição do prémio Columbano pela sua tela Mulher. É o reconhecimento como Mestre.

O Estado continua com as grandes obras. Querem-se úteis e populares.

A escrita é, para Almada, uma forma de crítica:

"As construções do Estado multiplicam-se a olhos vistos, porém as paredes estão nuas como os seus muros, como um livro aberto sem nenhuma história para o povo ler e fixar."

Almada colabora também com arquitectos. Sobretudo com Pardal Monteiro. As Gares Marítimas, as Universidades, a Igreja de Nª. Senhora de Fátima. É através da pintura que se pode ler.

As Gares Marítimas de Alcântara e da Rocha são locais onde todos os dias passa o povo que trabalha. Os painéis devem mostram aquilo que ele faz, aquilo que sente. Por vezes o que sofre - a emigração e a saudade que fica. É a mistura do real e do lendário. A vida quotidiana e as lendas de gerações. As varinas de Lisboa e a Nau Catrineta. Coisas que a arraia-miúda conhece.

O MESTRE

Almada não pode parar. O trabalho é uma constante. Em todas as áreas se vê o Mestre. O azulejo e a tapeçaria merecem também a sua atenção. No final da década de 40 dedica ainda algum tempo ao desenho de figurinos para o bailado Mefisto Valsa.

O estudo é aquilo que Almada não deixa nunca de fazer. Com os seus textos, publicados ou não, Almada procura o conhecimento, o saber.

Em 50 publica "A chave diz: faltam duas tábuas e meia de pintura do todo na obra de Nuno Gonçalves". Há muito que o mestre vem estudando os painéis. Não deixará o tema. Faz propostas sobre a hipótese de uma nova reorganização do painel. Controvérsias para obra tão importante. Continua a provocar. Nunca deixará de o fazer até ao fim.

Em 54, o Restaurante Irmãos Unidos encomenda-lhe uma tela. Inicialmente a pintura chama-se Lendo Orpheu. É o retrato de Fernando Pessoa, uma certa forma de homenagem. Um dia a obra há-de ser leiloada e causar surpresas. Outras histórias.

Em 59 o SNI atribui-lhe o "Prémio Nacional das Artes". Galardão que não serve para calar o mestre. No mesmo ano Almada assina um protesto público pela nomeação de Eduardo Malta para Director do Museu de Arte Contemporânea. Nunca o Mestre será moldado. Continua a dizer o que pensa, mesmo que o poder não goste. É ainda o menino com olhos de gigante.

O Estado sabe que não convém hostilizar o Mestre. Tanto mais que Almada é um artista reconhecido, homenageado. Melhor será partilhar a opinião geral. Decidem nomeá-lo procurador à Câmara Corporativa na subsecção de Belas- Artes. No ano seguinte propõem-lhe, e aceita, o Grande Oficialato da Ordem de Santiago Espada.

Almada tem 75 anos. A vitalidade ainda perdura. Executa o painel Começar para o átrio da Fundação Calouste Gulbenkian e os frescos para a Faculdade de Ciências da Universidade de Coimbra.

Em 1970 o Retrato de Fernando Pessoa é leiloado. Almada assiste ao leilão. O preço atingido, 1300 contos, causa admiração. Nunca um pintor português conseguira tal proeza.

No mesmo ano assina o acordo para a publicação do primeiro volume das suas Obras Completas.

Em Junho dá entrada no Hospital de S. Luís dos Franceses.

No dia 15 morre. No mesmo quarto onde morrera Fernando Pessoa.

Em tempos Almada respondera a alguém:

AS PESSOAS QUE EU MAIS ADMIRO SÃO AQUELAS QUE NUNCA

O QUE SE PASSOU NO MUNDO EM VIDA DO MESTRE

1893: A França e a Inglaterra repartem o Sião. l É fundado o Partido Trabalhista britânico. l Revolução federalista no Rio Grande do Sul, Brasil. l Uganda, colónia inglesa. l As ilhas do Havaí, protectorados dos EUA. l Nascimento de ALMADA NEGREIROS. l Nascimento de Mao Tsé Tung l Rudolf Diesel constrói o primeiro motor diesel. l Verdi: Falstaff. l Verlaine: Elegias. l CRUZ E SOUSA publica Missal (poemas em prosa) e Broquéis (poemas).

1894: Nicolau II, czar da Rússia. l A Itália invade a Abissínia. l O caso Dreyfus, em França. l Guerra sino-japonesa. l Nascimento de Norbert Wiener. l Após o fracasso do Home Rule e em plena crise económica, Gladstone retira-se para a vida privada.l Debussy: Prélude à L'Après Midi d'Un Faune. l Dvorak: Sinfonia do Novo Mundo. l Kipling: O Livro da Selva. l Nascimento de FLORBELA ESPANCA.

1895: Intervenção das potências ocidentais na guerra sino-japonesa; a China renuncia à soberania sobre a Coreia; a Ilha Formosa passa para o Japão. l José Marti lidera, em Cuba, sublevação contra a Espanha; morte de Marti. l Mouzinho de Albuquerque aprisiona NGUNGUNHANE em Chaimite, a aldeia sagrada dos ngunis. l Morte de Pasteur. l Nascimento de Peron. l Fundada, em França, a CGT. l Expedição de Nansen às regiões polares. l Roentgen descobre os raios X. l Em Paris, os irmãos Lumière apresentam o cinematógrafo.

1896: Depois da derrota em Adua, a Itália faz a paz com a Abissínia. l No Brasil, um movimento messiânico liderado por António Conselheiro, ganha apoios e desafia o governo. l A Inglaterra inicia a conquista do Sudão. l Insurreição independentista nas Filipinas. l NGUNGUNHANE chega à ilha Terceira, Açores, onde fica desterrado até à morte l Bacquerel descobre a radioactividade. l Hertzl: escreve O Estado Judaico e fomenta o movimento sionista. l Bartholdi levanta a Estátua da Liberdade, em Nova Iorque. l Em Detroit, é construído o primeiro automóvel Ford. l Primeiros jogos Olímpicos na era moderna, em Atenas. l São criados os prémio Nobel. l Mallarmé: Divagações.

1897: Em Portugal surge a Carbonária. l Marconi inventa a TSF (Telefonia sem Fios). l Rebelião em Cuba. l Guerra entre a Turquia e a Grécia. l Corrida ao ouro no Klondyke (Alasca). l Theodor Hertzl organiza a Conferência Sionista. l Gide: Les Nourritures Terrestres. l Rostand: Cirano de Bergerac. l CRUZ E SOUSA escreve Evocações (poemas em prosa).

1898: Guerra hispano-americana, conquistas dos EUA; Filipinas, Guam, Porto Rico em poder dos EUA; Cuba independente. l Os EUA anexam o Havaí l D'Anunzio: O Fogo. l Tuberculoso, morre CRUZ E SOUSA .

1899: No Porto, vitória eleitoral republicana. l A Guerra dos Boers na África do Sul. l Acordos anglo-francês e luso-britânico para a partilha da África. l A Alemanha, a Inglaterra e os EUA repartem as ilhas oceânicas. l Gravação magnética do som. l Pierre e Marie Curie descobrem o rádio l Nascimento do poeta ANTÓNIO ALEIXO. l Ravel: Pavana para uma Infanta Defunta. l Schoenberg: Noite Transfigurada. l MACHADO DE ASSIS: Dom Casmurro.

1900: Vítor Manuel III, rei da Itália. l Guerra dos boxers, na China; intervenção das potências ocidentais; Sun-Yat-Sen funda o partido socialista revolucionário chinês. l Humberto I da Itália é assassinado pelo anarquista Bresci. l Morte de Nietzsche. l Zeppelin constrói o seu primeiro dirigível. l Em Paris, Exposição Universal. l Planck avança a teoria dos quanta. l Pio Baroja: Vidas Sombrias. l Freud: Interpretação dos Sonhos. l Husserl: Investigações Lógicas. l Gauguin: Noa-Noa. l Cézanne: Natureza Morta com Cebolas. l EÇA DE QUEIRÓS: A Ilustre Casa de Ramires; em 16 de Agosto morre em Paris.

1901: Morte da Rainha Vitória; Eduardo VII, rei da Inglaterra. l Paz de Pequim entre a China e as potências ocidentais. l Criação dos prémios Nobel. l De Vries avança a teoria das mutações. l Com um dirigível, SANTOS-DUMONT circunda a Torre Eiffel. l Nascimento de BENTO DE JESUS CARAÇA em Vila Viçosa. l Nascimento de CECÍLIA MEIRELES. l Shaw: Três Peças para Puritanos. l Eça de Queiroz: A Cidade e as Serras.

1902: Os boers vencidos pelos ingleses. l Os EUA compram a Sociedade do Canal do Panamá. l Nascimento de CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE. l Poincaré: A Ciência e a Hipótese. l Sombart: O Capitalismo Moderno. l Picasso: Nu de costas. l EUCLIDES DA CUNHA: Os Sertões.

1903: Pedro I, rei da Sérvia. l O Panamá separa-se da Colômbia. l Nascimento de CÂNDIDO PORTINARI. l OsValdo Cruz toma posse como director da Saúde Pública; sem contemplações, políticas ou outras, forma e assume a liderança da equipa sanitária que irá erradicar as doenças que dizimam a população brasileira: febre amarela, varíola e peste bubónica. l Morte de Leão XIII, Pio X, Papa. l Irmãos Wright, o voo do mais pesado que o ar. l Primeiros táxis motorizados, em Londres. l É celebrado o Tratado de Petrópolis que põe termo às disputas entre o Brasil e a Bolívia pela posse das terras actualmente integradas no estado de Acre. l Na Rússia, dá-se a divisão do Partido Social-Democrata entre bolcheviques e mencheviques. l Nascimento de PEDRO NAVA em Juiz de Fora, Estado de Minas Gerais, Brasil.

1904: A França corta relações com a Santa Sé. l Guerra russo-japonesa. l O Japão ocupa a Coreia. l Os franceses ocupam Marrocos. l Morte de Stanley. l Elster inventa a célula fotoeléctrica. l D. CARLOS de Portugal inaugura o caminho de ferro de Santarém a Vendas Novas. l Em Lisboa, a primeira sala de cinema: o Salão Ideal. l G. Puccini: Madame Butterfly. l V. Lenine: Duas Tácticas. l Jack London: O Lobo do Mar. MACHADO DE ASSIS: Esaú e Jacó.

1905: Queda de Porto Arthur. l Paz entre a Rússia e o Japão. l Greves revolucionárias na Rússia; chacina de operários; revolta da tripulação do couraçado Potemkine; liderança de Lenine. l Suécia e Noruega separam-se; Haakon VII, rei da Noruega. l Einstein formula a Teoria da Relatividade Restrita. l Morte de RAFAEL BORDALO PINHEIRO. l A. Gaudí: Casa Milà, em Barcelona. l Nascimento de ISMAEL SILVA, o futuro “professor de samba”. l Matisse encabeça o movimento Fauvista. l Morte de JOSÉ DO PATROCÍNIO. l Freud: Teoria da Sexualidade. l Romain Rolland: Jean Cristophe (início).

1906: D. CARLOS de Portugal permite e apoia a ditadura de João Franco que dissolverá o Parlamento em Abril de 1907. l Nos Açores, morte de NGUNGUNHANE. l É assinado o Convénio de Taubaté, entre os governos de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro. O acordo visa regulamentar o mercado cafeeiro. Afonso Pena assume a presidência da República. l Em França, revisão do processo Dreyfus. l Censo da população em Londres: 4,5 milhões de habitantes. l Estaline é eleito membro do Comité Central bolchevique. l Morte de Cézanne. l Morte de Pierre Curie. l SANTOS-DUMONT em Paris: primeiro voo público homologado em aparelho mais pesado que o ar. l Modelo atómico de Rutherford. l Maria Montessori, em Roma, funda a «Casa dos Pequenos». l Raul Brandão: Os Pobres. l Em 17 de Dezembro nasce em Tomar FERNANDO LOPES-GRAÇA. l Nascimento de HUMBERTO DELGADO.

1907: Acordo russo-japonês sobre a China. l Lenine deixa a Rússia. l Em Berlim, Osvaldo Cruz obtém a medalha de ouro do XV Congresso Internacional de Higiene e Demografia.l Greve académica em Coimbra. l Dalen inventa as válvulas solares. l Pavlov faz estudos sobre os reflexos condicionados. l D. CARLOS de Portugal recebe um prémio de Oceonografia, na Itália. l Picasso: As Meninas de Avinhão. l Bergson: A Evolução Criadora. l Gorki: A Mãe. l Albeniz: Ibéria.

1908: Em Portugal, regicídio de D. CARLOS e do príncipe herdeiro. l A Holanda conclui a colonização da Indonésia. l Revolução do «jovens turcos». l Francisco José, imperador da Áustria e rei da Hungria, anexa a Bósnia-Herzegovina. l A Bulgária converte-se em reino. l Criação do Congo Belga. l Primeira linha de montagem do mundo, para produção do automóvel modelo T, da Ford. l M. Chagall: Nu Vermelho. l Sorel: Reflexões Sobre a Violência. l MACHADO DE ASSIS: Memorial de Aires; o escritor morre no mesmo ano. l Nasce em Lisboa MARIA HELENA VIEIRA DA SILVA.

1909: Alberto I, rei da Bélgica. l Agitação socialista na Espanha. l No Brasil, a "Campanha Civilista" apresenta Rui Barbosa como candidato à presidência da Repúbica. l Vitória dos «jovens turcos»; Mohamed V, sultão da Turquia. l Clemenceau, Briand, Poincaré: instabilidade governativa na França. l Peary chega ao Pólo Norte. l T. H. Morgan inicia investigações na genética. l O francês Louis Blériot realiza a primeira travessia aérea do Canal da Mancha. l Manifesto futurista de Marinetti. l Morte de EUCLIDES DA CUNHA. l G. Mahler: Sinfonia nº 9. l Teixeira Gomes: Gente Singular.

1910: Revolução do 5 de Outubro e proclamação da República portuguesa; MACHADO SANTOS é o grande herói da revolução; governo provisório presidido por Teófilo Braga. l No Brasil, uma agitada campanha eleitoral culminará com a eleição do marechal Hermes da Fonseca. l Revolta dos marinheiros no Rio de Janeiro contra os castigos corporais na Armada, conhecida como «Revolta da Chibata». l Nascimento de ADONIRAN BARBOSA l RONDON é nomeado 1º director do Serviço de Protecção aos Índios. l Reconhecido, pela primeira vez em Portugal, o direito à greve. l Jorge V, rei da Inglaterra; início da revolta irlandesa. l A Coreia é anexada pelo Japão. l A União Sul-africana converte-se em domínio britânico. l Morte de Tolstoi. l Escavações arqueológicas de A. Evans em Cnosso. l Início da publicação da revista literária A Águia, no Porto. l Exposição pós-impressionista, em Londres. l Manifesto Futurista, em Itália. l Russel e Whitehead: Principia Mathematica. l Wegener: Teoria da Deriva dos Continentes. l Matisse: A Dança. l Stravinsky: O Pássaro de Fogo.

1911: Em Portugal, Manuel de Arriaga é o primeiro presidente constitucional; é aprovada uma nova constituição; lei da separação da Igreja do Estado suscita grave conflito com a Igreja Católica; o Tribunal Constitucional dá às mulheres o direito de voto. l Os franceses ocupam Fez. l Proclamação da República Chinesa por Sun-Yat-Sen. l Insurreição do México, Francisco Madero contra o presidente Porfirio Diaz; Zapata proclama o Plano de Ayalla. l Amundsen atinge o Pólo Sul. l Prémio Nobel da química para Marie Curie. l 1º Salão de Humoristas, em Lisboa, com obras de ALMADA NEGREIROS. l Claudel: O Refém. l A. Conan Doyle: O Círculo Vermelho. l H. G. Wells: O Novo Maquiavel. l Teixeira de Pascoais: Maranus. l Chesterton publica o seu primeiro romance com o detective Padre Brown. l Granados estreia a peça Goyescas, para piano.

1912: Primeira guerra balcânica, autonomia da Albânia. l Em França, gabinete de Poincaré. l Cristiano X, rei da Dinamarca. l Yoshi Hito, imperador do Japão. l Convenção internacional dos fusos horários. l Taylor e a organização científica do trabalho. l Osvaldo Cruz comanda o saneamento do vale amazónico.l Naufrágio do Titanic. l Invenção do aço inoxidável. l Jung funda a psicologia analítica. l Primeiro hidroavião. l AUGUSTO DOS ANJOS publica EU, que virá a ser o seu único livro de poemas. l Forrobodó é o grande sucesso de CHIQUINHA GONZAGA. l Schoenberg: Pierrot Lunar. l A. Modigliani: Cabeça de Pedra. l Ravel: Dafne e Cloé l B. Russell: Os Problemas da Filosofia. l Tagore: Gitanjali. l B. Shaw: Pigmaleão.

1913: Segunda guerra balcânica. l Mongólia, protectorado russo. l No México, assassinato de Madero. l RONDON acompanha e orienta o ex-presidente americano Theodore Roosevelt na sua expedição ao Amazonas. l Pensões de velhice e seguros de doença introduzidos nos EUA, na França e na Holanda. l Nascimento de CUNHAL.l Invenção do contador Geiger: aparelho de medição da radioactividade na atmosfera. l Stravinsky: A Sagração da Primavera. l M. Proust: Em Busca do Tempo Perdido. l Freud: Totem e Tabo. l Apollinaire: Alcools. l De Chirico: Praça de Itália. l Unamuno: O Sentimento Trágico da Vida. .

1914: . A. Renoir: A Banhista. l Leger: Mural. l André Gide: Os Subterrâneos do Vaticano. l James Joyce: Gente de Dublin. l Mário de Sá Carneiro: Confissões de Lúcio. l Griffith: O Nascimento de uma Nação. l Morte do poeta AUGUSTO DOS ANJOS.l No Brasil Venceslau Brás é eleito presidente da República. l Abertura do Canal do Panamá. l Em Sarajevo, assassínio do arquiduque Francisco Fernando, herdeiro do imperador Francisco José; o governo austro-húngaro decide acabar com a Sérvia; a Rússia alia-se à Sérvia; em Paris, a 2ª Internacional decide que os socialistas devem «defender a pátria»; a França apoia a Rússia e a Inglaterra apoia a França; a Alemanha apoia a Áustria-Hungria e assim se desencadeia a I GUERRA MUNDIAL que irá durar até 1918; do lado dos Aliados, acabarão por entrar em guerra os seguintes Estados: Bélgica, Brasil, China, Costa Rica, Cuba, EUA, França, Grã-Bretanha, Grécia, Haiti, Honduras, Itália, Japão, Libéria, Montenegro, Nicarágua, Panamá, Portugal, Roménia, Rússia, S. Marinho e Sérvia; do lado dos Impérios Centrais irão entrar em guerra a Alemanha, Áustria-Hungria, Bulgária e Turquia (consideram os historiadores que, com estes eventos, só então começa verdadeiramente o Século XX).

[Regressar à Tábua Cronológica]

1914: . A. Renoir: A Banhista. l Leger: Mural. l André Gide: Os Subterrâneos do Vaticano. l James Joyce: Gente de Dublin. l Mário de Sá Carneiro: Confissões de Lúcio. l Griffith: O Nascimento de uma Nação. l Morte do poeta AUGUSTO DOS ANJOS.l No Brasil Venceslau Brás é eleito presidente da República. l RONDON recebe o Prémio Livingstone, concedido pela Sociedade de Geografia de Nova Iorque. l Abertura do Canal do Panamá. l Em Sarajevo, assassínio do arquiduque Francisco Fernando, herdeiro do imperador Francisco José; o governo austro-húngaro decide acabar com a Sérvia; a Rússia alia-se à Sérvia; em Paris, a 2ª Internacional decide que os socialistas devem «defender a pátria»; a França apoia a Rússia e a Inglaterra apoia a França; a Alemanha apoia a Áustria-Hungria e assim se desencadeia a I GUERRA MUNDIAL que irá durar até 1918; do lado dos Aliados, acabarão por entrar em guerra os seguintes Estados: Bélgica, Brasil, China, Costa Rica, Cuba, EUA, França, Grã-Bretanha, Grécia, Haiti, Honduras, Itália, Japão, Libéria, Montenegro, Nicarágua, Panamá, Portugal, Roménia, Rússia, S. Marinho e Sérvia; do lado dos Impérios Centrais irão entrar em guerra a Alemanha, Áustria-Hungria, Bulgária e Turquia (consideram os historiadores que, com estes eventos, só então começa verdadeiramente o Século XX).
1915: I GUERRA MUNDIAL: a Itália entra na guerra; início da guerra submarina; primeiro ataque de zepelins a Londres; utilização dos gases asfixiantes. l Naufrágio do Lusitânia. l Paul Langevin inventa um engenho capaz de detectar icebergs, o SONAR, que mais tarde servirá para detectar submarinos. l Nascimento de ANTÔNIO HOUAISS. l Ghandi funda o Congresso Nacional Indiano (pró independência). l Einstein: Teoria da Relatividade Geral. l Bartok: Danças Húngaras e Romenas. l Sibelius: Sinfonia nº 5. l R. Rolland: Au-dessus de la Melée. l Em Lisboa, revista Orpheu: (FERNANDO PESSOA e outros). l ALMADA NEGREIROS: Manifesto Anti-Dantas.

1916: Na Rússia, assassínio de Rasputine. l Sublevação na Irlanda. l I GUERRA MUNDIAL: Portugal entra na guerra a favor dos Aliados; batalha de Verdun; zepelins alemães bombardeiam Paris; surgem os primeiros tanques militares. l Nos EUA, consome-se Jazz. l Saunders inaugura o primeiro supermercado do mundo, em Memphis. l Morte de Rubén Darío, poeta nicaraguano. l Lenine: O Imperialismo, Fase Superior do Capitalismo. l Barbusse: O Fogo. l Kafka: Metamorfose.

1917: Em Fátima, Portugal, é anunciada a aparição da Virgem. l Em Portugal, revolta militar e SIDÓNIO PAIS toma o poder. l I GUERRA MUNDIAL: a Alemanha desencadeia a guerra submarina sem restrições; os EUA entram na guerra contra a Alemanha; retirada dos alemães na frente oeste; Constantino abdica e a Grécia a favor dos Aliados. l Declaração de Balfour sobre a Palestina. l Na Rússia, revolução de Outubro liderada por Lenine e Trotsky; os soviéticos propõem armistício separado com o bloco da Alemanha, o qual irá ocorrer no ano seguinte na chamada paz de Brest-Litowski; primeiro Congresso dos Sovietes Russos. l Nascimento de John Kennedy. l É inventado o Black and Decker. l Nascimento de ROMEU CORREIA.l Morte de Degas. l Eric Satie: música para o bailado Parade. l Lenine: O Estado e a Revolução. l Jung: O Inconsciente. l Herman Hesse: Demian. l James Joyce: Retrato de um Artista quando Jovem. l Apollinaire: Tirésias. l Raul Brandão: Húmus.

1918: SIDÓNIO PAIS é assassinado. l Fim da I GUERRA MUNDIAL com a vitória dos Aliados; Ucrânia, Finlândia e os países bálticos proclamam a independência. l O governo soviético, liderado por Lenine, estabelece a sua capital em Moscovo. l Implantação da República na Alemanha, na Hungria e na Checoslováquia. l Masaryk, presidente checoslovaco. l Refundação do Estado Jugoslavo e independência da Polónia sob a presidência de Pilsudski. l Na Inglaterra é concedido o voto às mulheres. l Morte de Debussy. l Instalação em Nova Iorque de semáforos para o tráfego. l Modigliani: Retrato de Mulher Jovem. l Tristan Tzara: Manifesto Dadá. l Spengler: A Decadência do Ocidente. l Maiakovski: Mistério Bufo. l Pirandello: Seis Personagens à Procura de Autor. l Aquilino Ribeiro: Terras do Demo.

1919: Tratado de Paz, em Versalhes, novas fronteiras para a Alemanha. l É fundada a Sociedade das Nações. l Fundada, em Moscovo, a 3ª. Internacional. l Em Berlim, tentativa revolucionária «espartaquista», liderada por Karl Liebknecht e Rosa do Luxemburgo. l Em Portugal é fundada a Confederação Geral do Trabalho. l Fundação da República de Weimar (Alemanha). l Na Hungria, Bela Kun tenta implantar uma república soviética e é derrotado. l Na Rússia, fracasso das tropas brancas. l Sublevação na Irlanda. l Golpe de mão de D'Annunzio sobre Fiume. l Sublevação de Mustafá Kemal contra o sultão da Turquia. l Movimento de Gandhi na Índia. l No Brasil, Epitácio Pessoa é eleito predidente da República. l No México, Emiliano Zapara é assassinado. l Na Alemanha as mulheres obtêm o direito a voto. l Rutherford bombardeia o núcleo atómico. l W. Gropius funda a Bauhaus, em Weimar. l J. Miró: Nu com espelho. l Keynes: Consequência Económicas da Paz. l Jiménez: Platero y Yo. l Em Portugal, início de publicação do jornal sindicalista A Batalha. l FLORBELA ESPANCA: Livro das Mágoas. l E. Lubitsch: A Boneca. l Espectros, primeiro livro de versos de CECÍLIA MEIRELES.

1920: A Sociedade das Nações distribui mandatos pelas principais potências Aliadas; à França são atribuídos a África equatorial alemã, parte do Togo e dos Camarões e, posteriormente, a Síria e o Líbano; à Grã-Bretanha são atribuídos a principal parte do Togo e dos Camarões e o Leste africano, com excepção do Ruanda-Urundi que é atribuído à Bélgica; posteriormente, são ainda atribuídos à Grã-Bretanha o Iraque e a Palestina e confirmado o seu protectorado sobre o Egipto; à África do Sul é atribuído o Sudoeste africano. l Matança dos arménios pelos turcos. l Os EUA não aderem à Sociedade das Nações. l Número de veículos a motor nos EUA: 8 milhões e 900 mil. l Lei Seca (proibição alcoólica) nos EUA. l Criação na Inglaterra de uma Comissão de Censura de Filmes. l Nascimento de SIDÓNIO MURALHA. l Nascimento de CLARICE LISPECTOR.l Nascimento de AMÁLIA RODRIGUES. l MONTEIRO LOBATO: A Menina do Nariz Arrebitado, primeiro livro do ciclo "Sítio do Picapau Amarelo". l Nascimento de Isaac Asimov, futuro mestre da ficção científica. l Gramsci é eleito secretário-geral do Partido Comunista Italiano. l Mondrian: Composição. l Valéry: Cemitério Marinho. l Bergson: A Energia Espiritual. l Chaplin: The Kid.

1921: Nos Estados Unidos realiza-se a primeira emissão pública de rádio. l São fundados os partidos comunistas de Portugal, Espanha, França e Itália. l De Valera, pela Irlanda, e Lloyd George, pela Grã-Bretanha, acordam que a Irlanda do Sul se torne autónoma. l Sublevações polacas na Silésia. l Criação do Partido Nacional Fascista em Itália. l Sun Yat-Sen é eleito presidente da República Chinesa. l Desastre espanhol em Marrocos. l Faisal, rei do Iraque, sob protecção britânica. l Mao Tsé Tung é um dos fundadores do PC chinês. l Descoberta a vacina anti-tuberculose, o BCG. l Censo da população portuguesa: 6 milhões de habitantes. l MACHADO SANTOS é assassinado. l Wittgenstein: Tratado Lógico-Filosófico. l Jung: Tipos Psicológicos. l Em Portugal é lançada a revista Seara Nova, dirigida por António Sérgio e inicia-se a publicação do Diário de Lisboa.

1922: De Lisboa ao Rio de Janeiro, Gago Coutinho e SACADURA CABRAL fazem a travessia aérea do Atlântico Sul. l No Brasil é eleito Artur Bernardes para a presidência da República. l Formação do Partido Comunista Brasileiro. l Realiza-se em São Paulo a Semana de Arte Moderna; esta consagra HEITOR VILLA-LOBOS como compositor e Manuel Bandeira, Oswaldo de Andrade e Mário de Andrade como escritores; este último revela-se como o teórico do movimento modernista. Rebenta a revolta do Forte de Copacabana, episódio do movimento do «Tenentismo». l Em França, ministério Poincaré. l Depois da marcha sobre Roma, Mussolini, fundador do fascismo, é nomeado chefe do governo italiano pelo rei Vítor Manuel II. l A Turquia ocupa Esmirna. l Aston recebe o Prémio Nobel da Química. l Niels Bohr: Prémio Nobel da Física. l Fuad I, rei do Egipto independente. l Acordo entre nove potências para assegurar a independência da China. l Nos EUA ressurgimento do Ku-Klux-Klan. l Banting descobre a insulina. l Rivera: Frescos na Secretaria de Estado da Educação Pública (México). l Orozco e Siqueiros: Murais na Escola Nacional Preparatória (México). l Primeira construção de Le Corbusier. l Weber: Economia e Sociedade. l Lévy-Bruhl: A Mentalidade Primitiva. l Sinclair Lewis: Babbit. l Stefan Zweig: Amok. l Gabriela Mistral: Desolação. l Galsworthy: A Saga dos Forsyte. l Martin du Gard: Os Thibault. l James Joyce: Ulisses. l Bergson: Duração e Simultaneidade. l Aquilino Ribeiro: O Malhadinhas. l Murnau: Nosferatu, o Vampiro.

1923: l A Rússia, sob a liderança de Lenine, converte-se na União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS). l Os franceses ocupam o Ruhr. l Na Itália são dissolvidos todos os partidos, excepto o fascista. l «Putsch» de HITLER em Munique; na prisão, escreve Mein Kampf. l Em Espanha, ditadura de Primo Rivera. l O Partido Trabalhista conquista o poder, na Inglaterra. l Mustafá Kemal (Ataturk) refunda a Turquia como um estado moderno. l Broglie traça as bases da mecânica ondulatória l Picasso: Mulheres à Beira-Mar. l Schoenberg inaugura o sistema dodecafónico. l Nascimento de MÁRIO-HENRIQUE LEIRIA.l Rilke: Elegias de Duíno. l Freud: O Ego e o Id. l Italo Svevo: A Consciência de Zeno. l Cecil B. De Mille: Os Dez Mandamentos.

1924: Motim tenentista em São Paulo. l É formada a coluna Prestes, que percorre grande parte do Brasil pregando as ideias revolucionárias; em 1927, a coluna embrenha-se na Bolívia e aí se dissolve. l Morre Lenine; Estaline, contra Trotsky, assume o poder do PCUS. l Na Itália são dissolvidos os sindicatos não fascistas. l A França e a Inglaterra reconhecem a URSS. l Na Itália, assassinato de Matteoti. l A Albânia converte-se em República. l Iturbide volta ao México e é fuzilado. l Nascimento de AMÍLCAR CABRAL. l Nascimento de ALEXANDRE O’NEILL. l Princípio de indeterminação de Heisenberg. l André Breton: Manifesto Surrealista. l Consagração de HEITOR VILLA-LOBOS em Paris. l Thomas Mann: A Montanha Mágica. l Pablo Neruda: Vinte Poemas de Amor e Uma Canção Desesperada. l Eisenstein: A Greve. l Aragon: O Movimento Perpétuo. l MANUEL BANDEIRA: O Ritmo Dissoluto.

1925: Hindenburg, presidente da Alemanha. l Os franceses retiram-se do Ruhr. l Conferência de Locarno. l Abd-El-Krim invade o Marrocos francês. l Mao Tsé Tung e Chang-Kai-Chek surgem na cena política chinesa. l PEDRO NAVA encontra-se com os modernistas paulistanos em Belo Horizonte. l Heisenberg: Mecânica de Matrizes. l Dirac: Mecânica Quântica. l Watson: Behavorismo. l Kafka: O Processo. l Louis Armstrong funda o Hot Five, seu próprio grupo. l Gide: Os Moedeiros Falsos. l S. Lewis: Manhatan Transfer. l Chaplin: A Quimera do Ouro. l Eisenstein: O Couraçado Potemkin.

1926: Afonso Costa, presidente da Assembleia da Sociedade das Nações. l Em Portugal, revolução do 28 de Maio conduzida pelo Marechal Gomes da Costa. l Commonwealth: a Grã-Bretanha reconhece, dentro do Império, a autonomia da Austrália, Nova Zelândia, África do Sul, Irlanda e Canadá. l Pildsudski, ditador da Polónia. l Hiro-Hito, imperador do Japão. l Os irmãos Warner inventam o vitaphone, dando início ao cinema sonoro. l Bartok: Primeiro Concerto para Piano. l Adler: Conhecimento do Homem. l Malinovski: O Mito da Psicologia Primitiva. l Hemingway: Fiesta. l Murnau: Fausto.

1927: Em Portugal é dissolvida a CGT. l Agitação comunista em Viena. l Crise financeira na Alemanha. l Chang-Kai-Shek instala o seu governo em Nanquim. l Lindbergh faz a primeira travessia aérea do Atlântico. l EGAS MONIZ realiza a primeira angiografia cerebral no homem. l Heidegger: O Ser e o Tempo. l Cocteau: Orfeu. l Kafka: América. l Herman Hesse: O Lobo das Estepes. l Em Lisboa, inicio da publicação da revista Presença. l Carl Dreyer: A Paixão de Joana d' Arc. l Fred Niblo: Ben Hur. l Leitão de Barros: Nazaré..

1928: Carmona, presidente da República Portuguesa; SALAZAR ministro das Finanças. l Desterro de Trostsky na Sibéria. l Primeiro plano quinquenal na URSS. l Fleming descobre a penicilina. l John Baird faz a primeira emissão de televisão a cores. l Morte de Blasco Ibáñez. l Huxley: Contraponto. l Virgínia Woolf: Orlando. l Garcia Lorca: Romancero Gitano. l D. H. Lawrence: O Amante de Lady Chatterley. l André Breton: Nadja. l Ortega y Gasset: A Rebelião das Massas. l Braque: Mesa Redonda. l Kurt Weil e Brecht: A Óperas dos Três Vinténs. l Disney faz o primeiro filme de desenhos animados, Mickey Mouse. l Gershwin: Um Americano em Paris. l Chaplin: Charlot no Circo.

1929: Mussolini e Pio XI assinam Tratado que põe fim ao contencioso entre o Estado italiano e a Santa Sé; criação da Cidade do Vaticano. l Em França, Poincaré demite-se e Aristide Briand assume a chefia do governo. l Trotsky abandona a URSS e vai para a Turquia. l Devastadora crise económica nos EUA. l Na Turquia as mulheres obtêm o direito ao sufrágio. l A Kodak e o filme a cores de 16 mm. l Rómulo Gallegos: Doña Bárbara. l Faulkner: O Som e a Fúria e Sartoris.l No Rio de Janeiro, desfile da primeira Escola de Samba, a Deixa Falar, fundada por ISMAEL SILVA e outros bambas.l Segundo Manifesto Surrealista, com Salvador Dali. l Husserl: Lógica Formal e Transcendental. l Cocteau: Os Meninos Diabólicos. l Saint-Exupery: Correio Sul. l Faulkner: O Som e a Fúria e Sartoris. l Hemingway: O Adeus às Armas.

1930: Em Portugal, SALAZAR Presidente do Conselho de Ministros; é publicado o Acto Colonial. l Suicídio de FLORBELA ESPANCA. l Em Espanha, Afonso XIII demite Primo Rivera e acaba com a sua ditadura. l A Inglaterra reconhece a independência do Iraque. l Revolução no Brasil com Getúlio Vargas como novo presidente. l Ditadura dos Trujillos em S. Domingos. l Campanha de desobediência civil na Índia, liderada por Gandhi. l Hailé Selassié, negus da Abissínia. l No Japão, o exército toma conta do poder, mas sem depor o Imperador. l Invenção do plástico acrílico. l Descoberta do planeta Plutão. l Em Nova Iorque o Empire State Building. l Realiza-se uma primeira emissão experimental de televisão na Grã Bretanha. l Início da comercialização de alimentos congelados. . l GUIMARÃES ROSA forma-se em Medicina. l Oswald de Andrade separa-se de Tarsila do Amaral e casa com PATRÍCIA GALVÃO (PAGÚ) l Paul Klee: No Espaço. l Stravinsky: Sinfonia dos Salmos. l Trotsky: Autobiografia. l Ortega Y Gasset: A Rebelião das Massas. l John dos Passos: Paralelo 42. l Cocteau: Ópio. l Ferreira de Castro: A Selva. l HEITOR VILLA-LOBOS: Bachianas Brasileiras. l MANUEL BANDEIRA: Libertinagem. l Sternberg: O Anjo Azul. l Manoel de Oliveira: Douro, Faina Fluvial.

1931: Em Portugal surge o jornal Avante, órgão do PCP l Revolução gorada na Madeira. l Eleições em Espanha: queda da Monarquia, implantação da República. l Em Londres, conferência sobre a Índia com a presença de Gandhi. l Os japoneses ocupam a Manchúria. l Ernest Lawrence divide o ciclotrão. l Jacob Karol inventa a dobragem (cinema). l Valéry: Visões do Mundo Actual. l CUNHAL adere ao PCP. l É acusado, preso e condenado o gangster Al Capone. l Saint-Exupéry: Voo Nocturno. l MIGUEL TORGA: Pão Ázimo. l Buñuel: A Idade de Ouro. l Chaplin: As Luzes da Cidade. l Nicolás Guillén publica Sóngoro Cosongo.

1932: Revolução constitucionalista em São Paulo, visando o restabelecimento das liberdades democráticas. l Salazar, presidente do Conselho de Ministros. l HITLER e o nacional-socialismo vencem as eleições na Alemanha. l De Valera vence as eleições na Irlanda. l Roosevelt presidente do EUA. l Fundado o reino da Arábia Saudita. l O Sião converte-se em monarquia constitucional. l Guerra entre a China e o Japão. l Guerra do Chaco entre o Paraguai e a Bolívia l Morte de D. Manuel II. l Chadwick descobre o neutrão. l Domagk introduz as sulfamidas. l Em Portugal, criação da Academia Nacional de Belas-Artes. l Picasso: Cabeça de Mulher (escultura) e Banhista Jogando a Bola. l Anouilh inicia a sua carreira teatral com O Arminho. l Duke Ellington é reconhecido como o primeiro compositor de Jazz. l Jaspers: Filosofia. l Bergson: As Duas Fontes da Moral e da Religião. l Mauriac: O Nó de Víboras. l Alexander Calder, escultor: Mobiles l Céline: Viagem ao Fim da Noite. l Huxley: Admirável Mundo Novo. l Caldwell: A Estrada do Tabaco. l Jean Renoir: Boudou Querido. l Morte de SANTOS-DUMONT.

1933: Em Portugal, Estado Novo e Constituição corporativa. l Incêndio do Reichstag, plenos poderes a HITLER; início da campanha anti-semita, criação dos campos de concentração. l Nos EUA Roosevelt aplica o New Deal para enfrentar a crise económica. l Descoberta dos positrões (electrões positivos). l A United Airlines inaugura o primeiro avião de carreira, o Boeing 247. l Morte de Kafavis, poeta grego de tradição pagano-cristã.l Em Paris, 1ª exposição individual de Vieira da Silva. l Na União Cultural Mocidade Livre, BENTO DE JESUS CARAÇA dá a conferência A Cultura Integral do Indivíduo - problema central do nosso tempo.l Raul Lino publica Casas Portuguesas. l Inauguração dos estúdios da Tobis Portuguesa. l Toynbee: Estudo da História. l Trotsky: História da Revolução Russa. l Malraux: A Condição Humana. l Steinbeck: A um Deus Desconhecido. l Agatha Christie: Um Crime no Expresso do Oriente. l Fritz Lang: O Testamento do Dr. Mabuse. l Cottinelli Telmo: A Canção de Lisboa. l MARIA HELENA VIEIRA DA SILVA: primeira exposição individual, em Paris.
1934: Na URSS, assassínio de Kirov. l A URSS ingressa na Sociedade das Nações. l HITLER «fuhrer» da Alemanha. l Leopoldo III, rei da Bélgica. l Pedro II, rei da Jugoslávia. l Os EUA concedem a independência às Filipinas. l Morte de Marie Curie. l Joliot e Irene Curie descobrem a radioactividade artificial. l Em Moscou, PATRÍCIA GALVÃO (PAGÚ) fica desiludida com o regime comunista que, na sua opinião, só favorece os altos burocratas. l Scott Fitzgerald: Terna é a Noite. l H. Miller: Trópico de Câncer. l S. Zweig: Vinte e Quatro Horas da Vida Duma Mulher. l FERNANDO PESSOA: Mensagem. l J. Vigo: Atalante l GRACILIANO RAMOS: S. Bernardo.

1935: Em Portugal, Carmona é reeleito presidente. l Integração do Sarre na Alemanha: início da expansão germânica. l Benes, presidente da Checoslováquia. l Chang-Kai-Skek, presidente da China. l Fim da guerra do Chaco. l Em Cuba, início da actividade da Fulgêncio Batista. l Morre FERNANDO PESSOA. l CÂNDIDO PORTINARI: "O Café", óleo sobre tela. l Fermi obtém a fissão do átomo. l É fabricado o nylon. l Surgem os Penguin Books (livros de bolso). l Em Lisboa, inauguração do Instituto Superior Técnico. l ABEL SALAZAR é compulsivamente demitido da Universidade. l No Rio de Janeiro morre CHIQUINHA GONZAGA. l Vieira da Silva: O Quarto dos Azulejos. l Salvador Dali: Girafa de Fogo. l Rachmaninov: Rapsódia sobre um tema de Paganini. l J.L. Borges: História Universal da Infâmia. l Elliot: Assassínio na Catedral. l Irmãos Marx: Uma Noite na Ópera.

1936: A Itália apodera-se da Etiópia. l Em França, governo de Blum; Frente Popular. l Vitória da Frente Popular espanhola; Azana, presidente da República; sublevação de Franco no Marrocos espanhol; início da guerra civil. l Processos de Moscovo: execução de Kamenev e Zinoviev. l Abdicação de Eduardo VIII, de Inglaterra; Jorge VI sobe ao trono. l Ferdinand Porche, sustentado pelos dinheiros do III Reich, constrói o primeiro Volkswagen. l A General Electrics fabrica a primeira lâmpada fluorescente. l GRACILIANO RAMOS é preso sob a acusação de ser comunista. l Prokofiev: Pedro e o Lobo. l Picasso: Natureza-Morta com Limão e Laranja. l Gide: Regresso da URSS. l Alex Carrel: O Homem, Esse Desconhecido. l Garcia Lorca: A Casa de Bernarda Alba. l José Régio: Encruzilhadas de Deus. l MIGUEL TORGA: O Outro Livro de Job. l Chaplin: Tempos Modernos.

1937: Os anarquistas portugueses falham um atentado contra SALAZAR. l Os alemães bombardeiam Almeria e destroem Guernica. l Em França, queda do ministério Blum. l Os japoneses tomam Pequim, Xangai e Nanquim. l No Brasil, ditadura de Getúlio Vargas. l F. Whittle inventa o motor a jacto. l Exposição Mundial de Paris. l Picasso: Guernica l André Breton: O Amor Louco. l Steinbeck: Ratos e Homens.. l W. Disney: Branca de Neve e os Sete Anões. l John Cage, músico: First Construction in Metal.l Jean Renoir: A Grande Ilusão.

1938: Ruptura da Frente Popular, em França. l Na URSS execução de Bukarine, Rykov e Jasoda. l A Alemanha de HITLER anexa a Áustria e invade a Checoslováquia. l Ultimato alemão a Praga. l Pacto de Munique. l Leis anti-semitas na Itália. l No México, o presidente Lázaro Cárdenas nacionaliza os monopólios do petróleo. l Em Espanha, Franco chega à foz do Ebro. l Os japoneses em Cantão. l GUIMARÃES ROSA é nomeado Consul Adjunto brasileiro em Hamburgo, onde salva muitos judeus das mãos dos nazis.l Trotsky funda, no México, a 4ª. Internacional. l Invenção da esferográfica. l Bela Bartok: Concerto para Violoncelo. l Malraux: A Esperança. l Sartre: A Náusea. l K. Vidor: A Cidadela. l GRACILIANO RAMOS: Vidas Secas. l Viagem, livro de CECÍLIA MEIRELES obtém o Prémio de Poesia da Academia Brasileira de Letras.

1939: Em Espanha, Franco em Barcelona e Madrid; vitória dos nacionalistas. l SALAZAR e Franco assinam o Pacto Ibérico l Os italianos ocupam a Albânia. l Aliança militar ítalo-alemã. l Pacto de não-agressão entre a Alemanha nazi e a URSS comunista. l A Alemanha de HITLER invade a Polónia; a França apoia a Polónia, a Grã-Bretanha apoia a França e assim é desencadeada a II GUERRA MUNDIAL. l A URSS ocupa a Finlândia, a Lituânia, a Letónia, a Estónia e a parte oriental da Polónia. l Abolição da lei seca, nos EUA. l Ernst Heikel constrói o primeiro avião a jacto. l Muller inventa o DDT. l AMÁLIA RODRIGUES estreia-se como fadista no Retiro da Severa. l Nascimento de GLAUBER ROCHA.l Paul Klee: Anjo Pobre. l Shostakovich: Sinfonia nº 6. l Steinbeck: As Vinhas da Ira. l Sartre: O Muro. l James Joyce: Finnegan's Wake. l Alves Redol: Gaibéus. l Mário de Sá Carneiro: Indícios de Ouro. l V. Fleming: E tudo o Vento Levou. l J. Ford: Cavalgada Heróica.

1940: II GUERRA MUNDIAL: os alemães invadem a Dinamarca e a Noruega; os ingleses ocupam a Islândia; os alemães ocupam a Holanda, a Bélgica, o Luxemburgo e a metade norte da França enquanto as tropas britânicas, derrotadas, retiram-se de Dunquerque para a Inglaterra; em Vichy (na metade sul da França) governo de Pétain, favorável aos alemães; leis anti-semitas na França de Pétain; a Itália declara guerra à França; De Gaulle refugia-se na Inglaterra e apela à resistência dos franceses (França Livre); CHURCHILL, primeiro ministro britânico, coordena a resistência à expansão nazi; a aviação alemã bombardeia Londres ininterruptamente; Rommel, general alemão, inicia a conquista do Norte de África; Pacto de Berlim, subscrito pela Alemanha, Itália e Japão; apesar do pacto de não-agressão, as tropas alemãs começam a invadir a URSS. l Contrariando as ordens de Salazar, SOUSA MENDES, Consul de Portugal em Bordéus, passa mais de 30.000 vistos a judeus e outras minorias perseguidas pelos nazis.l Morte de Trotsky. l Nos EUA é implantado o serviço militar obrigatório. l PATRÍCIA GALVÃO (PAGÚ) é libertada depois de cinco anos nas prisões de Getúlio Vargas, onde sofreu torturas frequentes. l Número de automóveis particulares nos EUA: 32, 4 milhões. l Watson-Watt inventa o radar. l É construído o helicóptero alemão Focke-Achgelis FA223, o primeiro no mundo a ser produzido em série. l A penicilina surge como antibiótico. l SALAZAR e a Exposição do Mundo Português. l Kandinsky: Céu Azul. l C. Young: A Interpretação da Personalidade. l R. Wright: Filho Nativo. l Hemingway: Por Quem os Sinos Dobram. l Miguel Torga: Bichos. l Chaplin: O Grande Ditador l O Estado recusa a nacionalidade portuguesa a MARIA HELENA VIEIRA DA SILVA. l Graham Greene publica O Poder e a Glória.

1941: II GUERRA MUNDIAL: os alemães ocupam a Bulgária, a Jugoslávia e a Grécia; os norte-americanos instalam-se na Groenlândia e na Islândia; os alemães ocupam Kiev e cercam Moscovo e Leninegrado; na Etiópia, fim da resistência italiana; a aviação nipónica, de surpresa, destrói grande parte da esquadra norte-americana estacionada em Pearl Harbour; Roosevelt declara guerra ao Japão e, em consequência, a Alemanha e a Itália declaram guerra aos EUA; no Pacífico, os japoneses conquistam as Filipinas. l Nos EUA, início do Projecto Manhattan de investigação atómica. l Morre James Joyce. l Nascimento de PEPETELA. l BENTO DE JESUS CARAÇA funda a Biblioteca Cosmos, uma colecção de livros de divulgação científica e cultural. Publica o 1.º volume dos Conceitos Fundamentais da Matemática.l SIDÓNIO MURALHA: Beco.l Em Lisboa, surge a revista Panorama. l Soeiro Pereira Gomes: Esteiros. l MIGUEL TORGA: Contos da Montanha. l Orson Welles: Citizen Kane.

1942: II GUERRA MUNDIAL: Os japoneses ocupam Java e a Birmânia; Panamá, México e Brasil entram na guerra ao lado dos Aliados; na frente Leste os alemães tomam Kiev, cercam Leninegrado e Moscovo e são detidos no cerco a Estalinegrado; no Norte de África, Montegomery, logo apoiado pelos norte-americanos, vence a campanha da Líbia; os Aliados ocupam a Tunísia; os alemães ocupam a França de Pétain; os franceses, voluntariamente, afundam a sua frota naval em Toulon; os alemães levantam o cerco a Leninegrado. l Conferência pan-americana no Rio de Janeiro. l Nos EUA, Enrico Fermi constrói o primeiro reactor atómico. l Cientistas americanos desenvolvem o ENIAC, o primeiro cérebro electrónico l Surge o brinquedo LEGO. l Inauguração do aeroporto da Portela, em Lisboa. l Camus: O Estrangeiro. l Vercors: O Silêncio do Mar. l José Régio: O Príncipe com Orelhas de Burro. l Manoel de Oliveira: Aniki-Bobó. l FERNANDO LOPES-GRAÇA obtém o prémio do Círculo de Cultura Musical com a «História Trágico-Marítima» (poema de Miguel Torga).

1943: Onda de greves em Lisboa. l II Guerra Mundial: CHURCHILL e Roosevelt, para concertarem estratégias de guerra encontram-se em Casablanca; os Aliados entram na Sicília; Vitor Manuel II, rei da Itália, demite Mussolini e nomeia Bagdolio, partidário do armistício, enquanto os Aliados desembarcam no sul da Itália; Mussolini é preso mas logo libertado por um comando SS (alemão); Mussolini tenta fundar no norte da Itália uma república que denomina Social Italiana; queda de Roma; os Aliados transpõem os Apeninos; os alemães perdem a batalha de Estalinegrado; os soviéticos libertam o Cáucaso; levantamento do «ghetto» de Varsóvia; Tito e os seus guerrilheiros tomam o poder na Jugoslávia; CHURCHILL e Roosevelt voltam a encontrar-se no Cairo e em Teerão; no Pacífico, os norte-americanos reconquistam os territórios perdidos pelos Aliados. l Descoberta a estreptomicina. l Sartre: O Ser e o Nada e As Moscas. l A. Saint-Exupéry: O Principezinho. l Fernando Namora: Fogo na Noite Escura. l Início da publicação das Obras Completas de FERNANDO PESSOA. l M. Curtiz: Casablanca l ANTÓNIO ALEIXO: Este livro que vos deixo.

1944: II GUERRA MUNDIAL: Comandados por Eisenhower, os Aliados desembarcam na Normandia; De Gaulle estabelece um governo provisório em França; a resistência francesa junta-se aos exércitos regulares dos Aliados; atentado contra HITLER; libertação de Paris; os soviéticos nos Balcãs e na Hungria; os soviéticos reocupam os países bálticos; os alemães bombardeiam a Inglaterra com as bombas volantes V-2; no Pacífico, comandados por Mac Arthur, os norte-americanos reocupam as Filipinas. l CLARICE LISPECTOR: Perto do Coração Selvagem l AMÁLIA RODRIGUES actua no Casino de Copacabana (Rio de Janeiro) l Vieira da Silva: A Libertação de Paris. l W. S. Maugham: O Fio da Navalha. l Vitorino Nemésio: Mau Tempo no Canal. l Otto Preminger: Laura l Nascimento de SALGUEIRO MAIA. l Otto Hahn recebe o Prémio Nobel da Química.

1945: II GUERRA MUNDIAL: Conferência de Yalta em que participam CHURCHILL, Roosevelt e Estaline; os soviéticos ocupam Varsóvia, Belgrado, Sófia e Praga; os exércitos americanos ultrapassam o Reno e encontram-se com os exércitos soviéticos nas margens do Elba; os soviéticos entram em Berlim; suicídio de HITLER; execução de Mussolini pela resistência italiana; a 8 de Maio, rendição dos alemães, vitória dos Aliados; Tito ocupa Trieste e a Jugoslávia converte-se em república; no Pacífico, os norte-americanos lançam duas bombas atómicas sobre Hiroshima e Nagasaki, rendição dos japoneses; John Kennedy recebe condecoração de guerra. l Eleições na Inglaterra, vitória dos trabalhistas, Atlee primeiro-ministro. l Fundação da ONU. l Em Portugal, fundação do MUD. (Movimento de Unidade Democrática). l Fleming recebe o Prémio Nobel da Medicina e Fisiologia pela sintetização da penicilina.l BENTO DE JESUS CARAÇA integra a comissão executiva do MUD (Movimento de Unidade Democrática).l Morte de Roosevelt. l Júlio Pomar: O Gadanheiro. l FERNANDO LOPES-GRAÇA: Heróicas (canções). l HEITOR VILLA-LOBOS: fundador e presidente da Academia Brasileira de Música. l CÂNDIDO PORTINARI: Conclui os murais do Ministério de Educação (Brasil). l Sartre: A Idade da Razão. l C. Levi: Cristo Parou em Eboli. l Rosselini: Roma, Cidade Aberta l Poeta CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE: A Rosa do Povo. l CECÍLIA MEIRELES: Mar Absoluto.

1946: Em Portugal é fundado o MUD Juvenil. l A Itália proclama a República. l Guerra civil na Grécia. l Na Indochina, os franceses enfrentam os independentistas comunistas. l O mundo toma conhecimento do Holocausto e dos horrores dos campos de concentração nazis. l Os criminosos de guerra alemães julgados no Tribunal de Nuremberg. l Em Nova Iorque, primeira reunião da Assembleia Geral das Nações Unidas. l Na Argentina Peron vence as eleições. l Experiências atómicas em Bikini. l Na Grécia, início da guerra civil. l Invenção da Xerografia. l O Conselho de Ministros de Portugal determina a expulsão de BENTO DE JESUS CARAÇA da cátedra universitária e proibe-o de exercer a docência. l Morte de ABEL SALAZAR. l Morte de Manuel de Falla. l N. Kazantzakis: Zorba, o Grego. l Sartre: O Existencialismo é um Humanismo. l José Régio: Histórias de Mulheres. l GUIMARÃES ROSA: Sagarana.

1947: Em Espanha, Franco anuncia a reinstauração da monarquia. l Plano Marshall para auxílio à Europa arruinada pela guerra; a URSS e a Checoslováquia recusam o Plano. l Independência da Índia e do Paquistão. l Primeiro voo supersónico. l Dennis Gabor inventa a holografia. l Invenção do telefax. l Por causa da infatigável actividade pública e política de Ghandi, a Índia ascende à independência. l PEDRO NAVA publica seu primeiro livro, Território de Epidauro. l Salvador Dali: Tentação de Santo António. l Anne Frank: O Diário de Anne Frank. l Boris Vian: O Outono em Pequim e A Espuma dos Dias. l Camus: A Peste. l V. Pratolini: Crónica dos Pobres Amantes. l ROMEU CORREIA: Sábado Sem Sol, contos.

1948: Na Jugoslávia, o neo-comunismo de Tito. l Bloqueio soviético a Berlim. l Fundação do Estado de Israel, guerra na Palestina. l Na China, Mao Tsé Tung continua a Grande Marcha vitoriosa. l Assassinato de Gandhi. l É construído o telescópio do Monte Palomar (Califórnia). l John von Neumann inventa o primeiro computador do mundo, o IBM SSEC. l Invenção do transístor. l Adenauer, chanceler da República Federal Alemã. l Ben Gurion proclama a independência de Israel.l Morte de MONTEIRO LOBATO. l BENTO DE JESUS CARAÇA morre em Lisboa, no dia 25 de Junho, vítima de doença cardíaca. l Ghandi é assassinado. l Primeiros discos LP’s (long playing). l ALMADA NEGREIROS e os trípticos para a Gare Marítima da Rocha. l HEITOR VILLA-LOBOS estreia nos Estados Unidos a ópera Malazarte. l ALEXANDRE O’NEILL é um dos fundadores do Movimento Surrealista de Lisboa. l T. S. Eliot: Prémio Nobel da Literatura.l Norbert Wiener: Cibernética ou O Controlo e Comunicação no Animal e na Máquina. l W. Reich: Escuta, Zé Ninguém. l António Sérgio: Confissões de um Cooperativista. l Eugénio de Andrade: As Mãos e os Frutos. l H. Hawks: O Rio vermelho. l ROMEU CORREIA: Trapo Azul, romance.

1948-1950: José Gomes Ferreira: Poesia I e II.

1949: SALAZAR consegue a admissão de Portugal no Pacto do Atlântico (NATO). l Em Portugal, Norton de Matos renuncia concorrer às eleições presidenciais por falta de garantias de isenção das mesas de voto; fundação do Movimento Nacional Democrático. l Portugal é admitido na NATO. l Após vencer a Guerra civil, Mao Tsé Tung funda a República Popular da China; Chang-Kai-Chek retira-se para a ilha da Formosa (Taiwan). l Na Hungria, condenação de Rajk. l Nos EUA são condenados dirigentes comunistas. l A ONU vota pela internacionalização de Jerusalém l Primeiro ensaio atómico na URSS. l Descoberta da cortisona. l EGAS MONIZ, prémio Nobel da Medicina. l Morte do poeta ANTÓNIO ALEIXO. l Picasso: A Pomba. l Simone de Beauvoir: O Segundo Sexo. l F. Namora: Retalhos da Vida de Um Médico. l Hitchcock: Sob o Signo de Capricórnio.

1950: Início da guerra da Coreia; os norte-coreanos e os chineses atravessam o Paralelo 38. l A Grã-Bretanha reconhece a China Comunista. l O Tibete apela à ONU contra a agressão chinesa. l No Brasil, Getúlio Vargas é eleito Presidente. l A Alemanha Ocidental é incorporada no bloco de potências liderado pelos EUA, França e Grã-Bretanha. l Invenção da disquete de computador.. l P. Neruda: Canto General. l António José Saraiva: História da Cultura em Portugal. l José Gomes Ferreira: O Mundo dos Outros. l MIGUEL TORGA: Cântico do Homem e Portugal. l J. Ford: Rio Grande. l Antonioni: Escândalo de Amor.

1951: Em Portugal, Craveiro Lopes é eleito presidente da República, depois da desistência de Rui Luís Gomes e Quintão Meireles, candidatos da oposição. l Agitação anti-britânica na zona do Canal de Suez. l No Irão, Mossadegh nacionaliza o petróleo. l Na Coreia, ofensiva americana ao norte do Paralelo 38. l Em Hernani nasce o poeta Gabriel Celaya.l Em Praga, prisão de Slansky. l Morte de Schoenberg. l Nos EUA, produção de electricidade a partir de energia atómica. l Sartre: O Diabo e o Bom Deus. l Camus: O Homem Revoltado. l Manuel da Fonseca: O Fogo e as Cinzas. l Elia Kazan: Um Eléctrico Chamado Desejo. l Julio Cortázar: Bestiário. l Graham Greene publica O Fim da Aventura.

1952: Reune-se em Lisboa o Pacto do Atlântico. l Conflitos entre o Irão e a Grã-Bretanha. l Na Grã-Bretanha, morre Jorge VI; sucede-lhe Elisabeth II. l No Irão, Mossadegh restringe os poderes do Xá. l No Egipto, violenta repressão britânica na zona do Canal de Suez; Naguib faz abdicar o rei Faruk. l RONDON propõe a fundação do Parque Indígena do Xingu. l Os Mau-mau no Quénia, estado de alerta. l Os EUA constróem o primeiro submarino atómico. l Invenção da pílula contraceptiva. l Morte de Eva Peron. l Broglio: Permanecerá Indeterminada a Física Quântica? l Le Corbusier: Capela de Ronchamp l Hemingway: O Velho e o Mar. l Cardoso Pires: Histórias de Amor. l Chaplin: Luzes da Ribalta

1953: Na URSS, a chamada «conspiração médica». l No Irão, conflitos entre o Xá e Mossadegh; prisão de Mossadegh; auxílio financeiro americano ao Irão. l Armistício na Coreia. l A URSS rompe relações com Israel. l Proclamada a República do Egipto. l Na URSS, Malenkov anuncia que a URSS possui a bomba atómica; execução de Béria. l Nos EUA execução do casal Rosenberg; casamento de John Kennedy com Jacqueline Lee Bouvier (Jackie). l A ONU rejeita a admissão da China Comunista. l Morte de Estaline. l Watson e Crick e a estrutura (de duplo hélice) do ADN. l S. Miller descobre os aminoácidos, as proteínas. l É inventada a caneta BIC. l Em Lisboa, criação da Fundação Calouste Gulbenkian. l 1953: Alejo Carpentier lança o romance Os Passos Perdidos. l R. Barthes: O Grau Zero da Escrita. l H. Miller: Plexus. l L. Visconti: Sentimento (Senso). l Morte de GRACILIANO RAMOS. l AMÁLIA RODRIGUES é a primeira cantora portuguesa a cantar no programa televisivo "Eddie Fisher Show" (E.U.). l CECÍLIA MEIRELES: Romanceiro da Inconfidência. l Francisco José Tenreiro e MÁRIO PINTO DE ANDRADE organizam o Caderno de Poesia Negra de Expressão Portuguesa.

1954: Conferência dos Quatro Grandes em Berlim. l A Alemanha adere à NATO l No Brasil, suicídio de Getúlio Vargas l No Irão, acordo internacional sobre o petróleo. l Os vietnamitas derrotam os franceses na batalha de Dien-Bien-Pu. l Em Lisboa morre SOUSA MENDES, “pobre e desonrado”.l No Egipto, Nasser derruba Naguib. l Na Guatemala, queda do presidente Arbenz. l Na URSS entra em funcionamento a primeira central nuclear do mundo. l Criação da Eurovisão. l ALMADA NEGREIROS: Retrato de Fernando Pessoa. l MANUEL BANDEIRA: Itinerário de Pasárgada.l Norbert Wiener: Cibernética e Sociedade l F. Sagan: Bom Dia, Tristeza. l Agustina Bessa Luís: A Sibila. l Poeta CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE: Fazendeiro do Ar.

1955: Na URSS, Bulganine substitui Malenkov na chefia do governo. l A Alemanha Ocidental entra na NATO. l Contra os franceses, os argelinos reivindicam a independência. l O Vietname do Sul proclama a República. l Conferência afro-asiática de Bandoeng. l Independência de Marrocos. l Proclamada a República do Sudão. l Na Argentina, Peron é deposto. l ADONIRAN BARBOSA grava Saudosa Maloca, o seu primeiro samba de grande sucesso.l O Congresso Nacional brasileiro promove RONDON a Marechal e dá o nome de Rondónia ao território do Guaporé. l Morte de EGAS MONIZ.l Morte de Einstein. l J. Salk descobre a vacina contra a poliomielite. l Vieira da Silva: Jardins Suspensos.. l O Padre Manuel Antunes passa a integrar a redacção da revista Brotéria. l Graham Grene: O Americano Tranquilo. l I. Bergman: Sonhos de uma Noite de Verão. l Virgílio Ferreira: Manhã Submersa.

1956: Na URSS, XX Congresso do PCUS e Krushev denuncia os crimes de Estaline. l Burguiba, presidente da Tunísia. l AMÍLCAR CABRAL funda o PAIGC l Nasser, presidente do Egipto; nacionalização do Canal de Suez. l Os israelenses invadem o Egipto. l Tropas francesas enviadas para a Argélia. l Nos EUA, reeleição de Eisenhower. l Movimento de liberalização do comunismo na Hungria; A URSS esmaga a revolta e fuzila Imre Nagy. l A Ampex apresenta o primeiro gravador de vídeo. l Nascimento de WALTER SALLES. l GUIMARÃES ROSA publica Corpo de Baile e, logo a seguir, Grande Sertão:Veredas que irá receber os Prêmio Machado de Assis, Prêmio Carmem Dolores Barbosa e Prêmio Paula Brito.

1957: Assinado o Tratado de Roma, que dá origem à Comunidade Económica Europeia. l Independência do Gana. l Independência da Malásia. l Reabertura do Canal de Suez. l Na URSS, Gromyko passa a ser o Ministro dos Negócios Estrangeiros. l Conflitos raciais em Litle Rock, Arkansas, EUA. l Em Cuba, Fidel de Castro inicia a luta de guerrilhas contra Fulgêncio Batista. l A URSS lança o primeiro e o segundo sputniks. l Em Leninegrado é construído o primeiro navio quebra-gelo. l Picasso: Variações sobre Las Meninas. l Jack Kerouac: Pela Estrada Fora. l António Sérgio: Antologia Sociológica. l Rodrigues Miguéis: Saudades para D. Genciana. l David Lean: A Ponte do Rio Kwai. l AMÁLIA RODRIGUES estreia-se no Olympia de Paris.

1958: Em Portugal, HUMBERTO DELGADO é candidato à Presidência da República, galvaniza a opinião pública contra o Estado Novo, mas Américo Tomás é o eleito, fraude eleitoral. l Carta do bispo do Porto a criticar o regime salazarista. l De Gaulle é eleito presidente da França. l O Egipto e a Síria fundem-se na República Árabe Unida. l Na Venezuela, queda do ditador Perez Jimenez. l Morte de CÂNDIDO RONDON. l Em Argel, revolta dos colonos franceses. l A URSS lança o terceiro sputnik. l 9935 cientistas encaminham à ONU petição contra as experiências nucleares. l Regressando do exílio, Rómulo Betancourt, por sufrágio universal, é eleito presidente da república da Venuzuela. l Von Braun projecta o foguetão Júpiter C, que lança o Alfa, primeiro satélite artificial norte-americano. l ALEXANDRE O’NEILL: No Reino da Dinamarca. l MIGUEL TORGA: Orfeu Rebelde.

1959: Em Cuba, Fidel de Castro toma o poder. l Em Portugal, Henrique Galvão foge à PIDE; HUMBERTO DELGADO é demitido das Forças Armadas e, perseguido, asila-se na Embaixada do Brasil e depois segue para aquele país como exilado. l O Havaí torna-se o quinquagésimo estado dos Estados Unidos. l Luís de Albuquerque: Sobre a Teoria da Aproximação Funcional. l A ONU condena a política de apartheid da África do Sul. l Primeira travessia do Canal da Mancha em Overcraft. l Jack Kilby inventa o circuito integrado. l Augusto Abelaira: A Cidade das Flores. l W. Wyller: Ben-Hur. l No Rio de Janeiro morre HEITOR VILLA-LOBOS.

1960: Em Portugal, fuga de Álvaro Cunhal e outros presos políticos do forte de Peniche. l Independência de treze países africanos: Alto Volta, Camarões, Chade, Congo, Daomé, Madagáscar, Mauritânia, Nigéria, Níger, República Centro-Africana, Somália, Togo, Zaire. l Distúrbios anti-semitas na Alemanha Ocidental levam à proibição dos grupos neo-nazis. l Embargo dos EUA aos embarques para Cuba. l John Kennedy, presidente dos EUA. l Censo da população portuguesa: 8,8 milhões. l Theodore Maiman inventa o laser. l CUNHAL consegue fugir do Forte de Peniche.l O. Niemeyer: Edifícios do Museu e do Congresso, em Brasília. l MANUEL BANDEIRA: Itinerário de Pasárgada. l Ionesco: Rinoceronte.

1961: Henrique Galvão apodera-se do paquete Santa Maria. HUMBERTO DELGADO assume a responsabilidade pela acção e participa na revolta de Beja. l Em Portugal, tentativa de golpe de Botelho Moniz. l A ONU condena a política africana de Portugal. l Início da guerrilha em Angola. l A Índia invade Goa, Damão e Diu. l A PIDE assassina o escultor José Dias Coelho. l Baía dos Porcos, tentativa malograda de invasão de Cuba pelos norte-americanos. l Construção do muro de Berlim. l Entra em órbita o satélite soviético Vostok 1, o primeiro a transportar um homem: o astronauta Yuri Gagarine. l A firma Unimation Inc., inventa o primeiro robot industrial. l F. Fellini: A Doce Vida. l José Gomes Ferreira: Poesia III. l CUNHAL é eleito Secretário Geral do PCP. l Alves Redol: Barranco de Cegos. l FERNANDO LOPES-GRAÇA edita com Michel Giacometti o 1º volume da Antologia de Música Regional Portuguesa. l GUIMARÃES ROSA recebe pelo conjunto da sua obra o Prêmio Machado de Assis da Academia Brasileira de Letras. l CLARICE LISPECTOR: A Maçã no Escuro.

1962: A URSS e Cuba assinam tratado de cooperação. l EUA iniciam bloqueio a Cuba. l Independência da Argélia. l Tentativa malograda de assassinato de De Gaulle. l Na Suiça referendo rejeita fabrico e importação de armas atómicas. l Início em Roma do Concílio do Vaticano II. l Em Portugal, assalto frustrado ao quartel de Beja. l A NASA envia para o espaço o primeiro satélite de telecomunicações civil totalmente eficiente: o Telestar. l O Papa João XXXIII convoca o Concílio Vaticano II. l Morte de PATRÍCIA GALVÃO (PAGÚ) . l SIDÓNIO MURALHA: A Televisão da Bicharada.l Morte de CÂNDIDO PORTINARI. l GUIMARÃES ROSA publica Primeiras Estórias. l Poeta CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE: Lição de Coisas. l ROMEU CORREIA: O Vagabundo das Mãos de Oiro, peça teatral.

1963: Assassínio de John Kennedy; sucede-lhe L. Johnson. l HUMBERTO DELGADO instala-se na Argélia e assume a chefia da Junta Patriótica de Libertação Nacional. l Duzentos mil negros manifestam-se em Washington pela igualdade de direitos cívicos. l URSS compromete-se a retirar tropas de Cuba. l AMÍLCAR CABRAL inicia a guerra pela independência da Guiné-Bissau. l A música dos Beatles torna-se mundialmente conhecida. l John Le Carré: O Espião que Saiu do Frio. l Joel Serrão: Dicionário de História de Portugal. l Herberto Helder: Os Passos em Volta. l L. Visconti: O Leopardo..

1964: Início da guerrilha da FRELIMO para a libertação de Moçambique. l Intensificada a guerrilha comunista no Vietnam. l Na URSS Krushev é destituído e sucede-lhe Brejnev. l Manifestações violentas na Índia contra os muçulmanos. l Malta torna-se independente. l Nelson Mandela é condenado por acções de sabotagem em Pretória, África do Sul. l Morte de Norbert Wiener. l A China faz explodir a sua primeira bomba atómica. l Nave americana obtém fotografias muito próximas da superfície lunar. l Martin Luther King recebe o prémio Nobel da Paz. l Sartre recusa o Prémio Nobel de Literatura. l Bob Dylan: The Time They are A-changin. l Norbert Wiener: Deus e Golem; l Jaime Cortesão: Obras Completas l R. Stevenson: Mary Poppins l CLARICE LISPECTOR: A Paixão segundo G.H. l GLAUBER ROCHA: Deus e o Diabo na Terra do Sol. l Morte de CECÍLIA MEIRELES .

1965: Os EUA entram na guerra do Vietnam; Ho Chin Minh rejeita negociações. l A Austrália decide enviar tropas para o Vietname. l A Gambia torna-se independente. l Abolição da pena de morte em Inglaterra. l HUMBERTO DELGADO é assassinado pela PIDE nos arredores de Olivença. l Morte de CHURCHILL. l Na fronteira luso-espanhola, assassinato de Humberto Delgado. l Américo Tomás reeleito presidente da República l O governo extingue a Sociedade Portuguesa de Escritores. l Primeiros passeios de cosmonautas no espaço. l PEDRO NAVA: Evocação da Rua da Bahia, dedicado a Carlos Drummond de Andrade. l Paula Rego: Manifesto l MIGUEL TORGA: Poemas Ibéricos l Robert Wise: Música no Coração. l David Lean: Doutor Jivago.

1965/66: Os livros de GUIMARÃES ROSA são traduzidos no exterior (França, Itália, Estados Unidos, Canadá, Alemanha, Espanha, Polônia, Holanda e Tchecoslováquia).

1966: Indira Gandhi, primeira ministra da Índia. l Na China, revolução cultural incentivada por Mao Tsé Tung. l O Partido Comunista da União Soviética condena a Revolução Cultural na China. l Independência do Malawi, do Botwana e do Lesoto. l Incidentes raciais em várias cidades dos EUA; Martin Luther King é ferido. l É anulado o Índice dos Livros Proibidos criado pela Igreja Católica em 1515. l A sonda soviética LUNA 10 é o primeiro satélite artificial a aterrar na Lua. l O Samba Pede Passagem: espetáculo organizado por Sérgio Cabral, em que participam ISMAEL SILVA, Baden Powell, Araci de Almeida, MPB-4 e Raul Barros, entre outros.l Inauguração da Ponte sobre o Tejo, em Lisboa. l Em França o Grande Prémio Nacional das Artes é atribuído a Vieira da Silva. l Miguel Ángel Asturias recebe o Prémio Nobel da Literatura. l Truman Capote: A Sangue Frio. l Jorge Amado: Dona Flor e os Seus Dois Maridos. l Natália Correia: Antologia da Poesia Portuguesa Erótica e Satírica. l Buñuel: A Bela de Dia. l J. L. Godard: Masculino-Feminino.

1967: No Sudeste da Nigéria, o grupo étnico dos Ibos, liderado por Ojukwu, proclama a independência do Biafra; irrompem as hostilidades entre a Nigéria e o Biafra; durante a guerra, no Biafra, mais de um milhão de civis morre de fome; em consequência da calamidade e da superioridade militar dos nigerianos, os independentistas serão derrotados em 1970. l No Oriente Médio, «Guerra dos Seis Dias»: Israel bate os árabes, ocupa o Sinai e territórios jordanos. l Rompimento entre Mao Tsé Tung e Brejnev. l EUA intensificam bombardeamentos no Vietnam. l Van Thieu, presidente do Vietnam do Sul. l Manifestações em várias cidades dos EUA contra a Guerra do Vietnam. l Anastásio Somoza presidente da Nicarágua. l Em Havana tem lugar a Conferência dos Movimentos Revolucionários da América Latina. l Morre Ernesto "Che" Guevara em combate na Bolívia. l Reza Phalevi Imperador do Irão. l Em Portugal, fundação da LUAR. l Yad Vashem, autoridade estatal israelita para a recordação dos mártires e heróis do Holocausto, homenageia SOUSA MENDES com a sua mais alta distinção. l Grandes inundações na zona de Lisboa provocam mais de 250 mortos. l A Sonda Vénus 4, soviética, efectua a primeira descida suave em Vénus. l The Beatles: Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band. l José Afonso: Baladas e Canções. l J. Tati: Vida Moderna. l A. Penn: Bonnie and Clyde. l G. Garcia Marques: Cem Anos de Solidão. l Manuel da Fonseca: O Fogo e as Cinzas. l Manuel Alegre: O Canto e As Armas. l AMÁLIA RODRIGUES recebe em Cannes o prémio MIDEM (Disco de Ouro). l GUIMARÃES ROSA publica Tutaméia – Terceiras Estórias e falece em 19 de novembro, vítima de enfarte. l GLAUBER ROCHA: Terra em Transe.

1968: Maio de 68: Em França, ampla contestação estudantil e operária; proposta revolucionária de mudança de sociedade e mentalidades; decretada greve geral; o presidente De Gaulle dissolve a Assembleia, convoca eleições gerais e leva a cabo a remodelação do governo. l Mário Soares, sem julgamento, é deportado para S. Tomé. l Em Portugal, Marcelo Caetano sucede a SALAZAR. l «Primavera de Praga»: Dubcek, secretário geral do PC e primeiro-ministro democratiza o regime na Checoslováquia; em consequência tropas do Pacto de Varsóvia, lideradas pela URSS, invadem o país e prendem Dubcek. l Nos EUA Martin Luther King é assassinado. l O presidente norte-americano Lyndon Johnson ordena a suspensão dos bombardeamentos aéreos sobre o Vietname do Norte. l Nos EUA é assassinado o senador e candidato à presidência Robert Kennedy (irmão de John Kennedy). l A ONU condena a política de apartheid da África do Sul. l Na Áustria é abolida a pena de morte. l Christian Barnard e o primeiro transplante cardíaco. l J. Mauro de Vasconcelos: Meu Pé de Laranja Lima. l Morte de MANUEL BANDEIRA.l David Mourão-Ferreira: Os Amantes. l S. Kubrick: 2001 Odisseia no Espaço. l F. Zeffirelli: Romeu e Julieta.

1969: Nos EUA Nixon é eleito presidente. l Na Alemanha Ocidental Willy Brandt é eleito chanceler. l Em França, De Gaulle retira-se; sucede-lhe Pompidou. l Em Espanha agitação estudantil leva à proclamação do estado de sítio. l Muamar el Kaddafi proclama-se presidente da República Árabe da Líbia. l Em Praga, contra a ocupação soviética, Ian Palach imola-se pelo fogo. l Grandes depurações na chefia do Partido Comunista da Checoslováquia. l A Roménia proíbe manobras das tropas do Pacto de Varsóvia no seu território. l Em Israel: Golda Meier, Primeira Ministra. l Yasser Arafat torna-se líder da OLP. l Retomados os combates no Vietname após uma semana de tréguas. l No Peru é aprovada e lei da reforma agrária. l Manifestações em Kinshasa: uma centena de estudantes são mortos pelos soldados de Mobutu. l A Apollo II, pousa na Lua: O americano Neil Armstrong é o primeiro homem a pisar solo lunar. l Festival de música de Woodstock: assistem 400 mil jovens. l Em Aveiro, II Congresso Republicano. l Samuel Beckett recebe o Prémio Nobel da Literatura.l Vieira da Silva: Lisboa. l Fernando Lopes Graça: Dom Duardos e Flérida (ópera). l Joel Serrão: Do Sebastianismo ao Socialismo em Portugal. l S. Pollack: Os Cavalos Também se Abatem. l Em Cannes GLAUBER ROCHA ganha o prémio de melhor director com o filme O Dragão da Maldade Contra o Santo Guerreiro. l Graham Greene publica Viagens com a Minha Tia.

1970: Salvador Allende, presidente do Chile ao vencer eleições. l No Peru nacionalização da Banca. l Nixon ordena a invasão do Cambodja. l URSS e China reatam relações diplomáticas interrompidas desde 1962. l Sangrentas revoltas na Polónia, sobretudo em Gdansk; é decretado o estado de emergência no país. l Em Portugal, organização clandestina da Intersindical. l Morte de Nasser; é substituído por Sadat. l Morte de De Gaulle. l Morte de ALMADA NEGREIROS l Morte de SALAZAR. l Júlio Pomar: Banho Turco. l Alexandre Soljenitsine (Prémio Nobel da Literatura): O Pavilhão dos Cancerosos. l Vitorino Magalhães Godinho: O Socialismo e o Futuro da Península. l Buñuel: O Charme Discreto da Burguesia.

Um comentário:

Juliette disse...

Who says quitters never win?
Seattle superlawyer Jim Ellis is known as a visionary. Fifty years ago he pushed to clean up Lake ... Summit blogging If you are looking for information on the United Nations World Summit on the Information Society in Tunis, Tunisia, this week, a local company might be able to help.
Find out how to buy and sell anything, like things related to company construction mn road on interest free credit and pay back whenever you want! Exchange FREE ads on any topic, like company construction mn road!