contador de visitas

free web counter

domingo, setembro 09, 2007

BRASILEIRÃO 25ª.RODADA

.
FLA VOLTA A PERDER,
VASCO PERDE DE NOVO
com o líder SÃO PAULO.
BOTAFOGO NOVA DERROTA.



Internacional/RS 3 X 0 Flamengo/RJ Vasco/RJ 0 X 2 São Paulo/SP Figueirense/SC 2 X 1 Atlético/MG
Santos/SP 1 X 0 Juventude/RS
Cruzeiro/MG 2 X 0 Grêmio/RS
Palmeiras/SP 2 X 0 Goiás/GO
Paraná/PR 1 X 0 Corinthians/SP
América/RN 1 X 1 Sport/PE
Fluminense/RJ 2 X 0 Atlético/PR
Náutico/PE 4 X 1 Botafogo/RJ

1 São Paulo 54
2 Cruzeiro 45 -MENOS 1 JOGO
3 Santos 42
4 Palmeiras 40
5 Vasco 39 -1 JOGO
6 Botafogo 39
7 Grêmio 38
8 Fluminense 37
9 Internacional 35
10 Goiás 33
11 Sport 33
12 Corinthians 33
13 Atlético-MG 32
14 Figueirense 31
15 Paraná 30
16 Flamengo 29 -2 JOGOS
16 Atlético-PR 29
18 Náutico 27
19 Juventude 26
20 América-RN 11



VASCO, 0 S.PAULO, 2
Neste sábado, no Rio, o time paulista venceu o Vasco por 2 a 0 e derrubou uma invencibilidade de um ano da equipe carioca em São Januário. Com o resultado, os tricolores mantiveram boa folga na liderança e ainda podem tirar os cruzmaltinos da zona de classificação para a Copa Libertadores.


Dagoberto e Hernanes fizeram os gols da vitória tricolor no segundo tempo. Ao longo da partida, o São Paulo mostrou porque tem a melhor defesa do campeonato - não leva um gol há nove jogos no Brasileiro - ao segurar os ataques do Vasco - time que tinha média de quase três gols por jogo em São Januário -, que acertou duas bolas na trave.


Com a vitória, o São Paulo foi a 54 pontos e manteve nove de vantagem em relação ao segundo colocado, o Cruzeiro.Do outro lado, com a derrota, o Vasco ficou com 39 pontos e permanece na quarta posição. No entanto, a equipe carioca sai do grupo dos quatro primeiros que vão à Libertadores em caso de triunfo do Botafogo ou do Palmeiras - que jogam neste domingo contra Náutico (em Recife) e Goiás (em São Paulo), respectivamente.

Vasco, que não só sofreu sua primeira derrota em casa neste Brasileiro - era o único time ainda invicto como mandante na competição - como também não perdia em São Januário desde o dia 6 de setembro do ano passado, quando sofreu 1 a 0 para o Corinthians, pela Copa Sul-Americana.


A equipe, que ostenta a melhor defesa com apenas sete gols sofridos, não leva um gol há mais de um mês no Brasileiro - desde o dia 2 de agosto, quando venceu o Juventude por 3 a 1. Além disso, não é derrotada na temporada há 15 partidas - desde que perdeu para o Fluminense, no dia 18 de julho.


VASCO
Silvio Luiz; Wagner Diniz, Vilson (Dudar), Júlio Santos e Rubens Júnior; Amaral, Andrade, Marcelinho (Leandro Bonfim) e Conca; Leandro Amaral e Alan Kardec (Abuda)
Técnico: Celso Roth

SÃO PAULO
Rogério Ceni; André Dias (Jadílson), Breno e Miranda; Souza, Richarlyson, Hernanes, Leandro (Hugo) e Jorge Wagner; Dagoberto (Diego Tardelli) e Aloísio
Técnico: Muricy Ramalho

Local: estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Fifa-RS)
Assistentes: Marcelo Barison e José Antônio Franco (ambos do RS)
Cartões amarelos: Richarlyson (S), Julio Santos (V), Breno (S), Amaral (V), Vilson (V) e Aloísio (S)
Gols: Dagoberto, aos 16min e Hernanes, aos 48min do segundo tempo

Um comentário:

Sidarta disse...

O SPFC tem uma puta sorte. Acho que foi a sorte de campeão pelo jeito.

Abraços,